O BARRO, O VASO E O OLEIRO

 

O Barro, o Vaso e o Oleiro
Jeremias 18.1-6
 
Pr. Ricardo Raymundo
 
No processo de confecção de vasos primeiramente tem que haver uma preparação do barro que vai ser utilizado. Ele é extraído do seu local de origem, é estendido numa eira e com um sacho formam-se sulcos para que seque bem. Depois, são hidratados e fazem-se como paralelepípedos que não endurecem. Então, está pronto para ser levado a roda para ser trabalhado pelas mãos do oleiro. Depois de atingir a forma desejada o vaso é levado ao formo para secar.
O oleiro busca a perfeição, busca fazer o vaso mais bonito, nem que para isto tenha que quebrá-lo diversas vezes.
É justamente a metáfora do oleiro e do vaso que Deus usa para transmitir uma mensagem para o seu povo. Ele é o oleiro, Israel, o vaso. Israel havia se afastado de Deus e por isso precisava ser quebrado pelo oleiro.
Hoje a igreja é o Israel de Deus e sendo assim, esta palavra é extremamente atual e relevante, e justamente por isso eu queria ver com vocês Algumas verdades sobre a relação do barro e o oleiro:
1. É NECESSÁRIO QUE HAJA DISPONIBILIDADE DA NOSSA PARTE (V.2)
• A casa do oleiro é símbolo da presença de Deus, logo, para que eu desfrute desta presença é necessário que eu esteja disponível. O problema é que nós somos muito ocupados, temos muitos afazeres. Lucas 9.57-62 demonstra justamente a nossa realidade.
2. PARA SE ENCONTRAR COM O OLEIRO TEM QUE DESCER (V.2)
•Este descer tem um significado muito importante - o da humilhação.
• Jeremias 1.6 - “não passo de uma criança”.
• 1 Pe 5.6 –
“Humilhai-vos debaixo da potente mão de Deus para que a seu tempo vos exalte”.
• Fp 2.3 –
“Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade considerando cada um os outros superiores a si mesmo”• 1Tm 1.15 - Paulo se considera o principal de todos os pecadores
• Quando descemos à casa do oleiro permitimos que ele cuide da nossa alma.
• Queremos o cuidado de Deus, mas não queremos nos submeter a ele. É como a história do paciente que quer ficar bom, mas não está disposto a se submeter às prescrições médicas.
3. VOCÊ É O VASO DE BARRO, O BARRO É FRÁGIL, LOGO, VOCÊ É QUEBRÁVEL (V.4)
• Por mais espiritual que você seja, você é quebrável, é frágil.
• Jesus disse que Pedro o negaria 3 vezes, mas Pedro não reconheceu sua fragilidade – Mt 26.34.
• Jó era um homem fiel, integro, mas mesmo assim teve que se deparar com sua fragilidade.
• “É muito melhor quebrar na mão do oleiro onde há restauração, do que ficar na mão do diabo e ser destruído”.
4. ESTE PROCESSO DEMONSTRA A OBRA QUE DEUS QUER FAZER EM NÓS (V.4)
• “…Segundo bem lhe pareceu…”
• Fp 1.6 –
Aquele que começou a boa obra…• A maior obra que Deus quer fazer é dentro de nós. Tudo começa aqui dentro.
• Deus quer fazer primeiro em nós para poder fazer muito através de nós.
5. O OBJETIVO DA RESTAURAÇÃO DO VASO É PARA QUE ELE SEJA CHEIO, OU MELHOR, TRANSBORDE DO AZEITE
Deus não usa vaso quebrado!
• O óleo é símbolo do Espírito Santo
• Sl 133 – o óleo que desce sobre a barba de Arão.
• Avivamento é justamente o transbordar do azeite para fora do vaso.
6. O OLEIRO NUNCA DESISTE DO VASO
• Lc 22.61 – “fitando os olhos em Pedro”
• Ele sempre dá um jeito no vaso.
CONCLUSÃO:
O melhor lugar para o barro estar é nas mãos do oleiro, pois só ele pode dar a melhor forma ao vaso.
Qual a forma que você quer ter? O oleiro tem um modelo. Este modelo é Jesus, o vaso perfeito, e o objetivo maior de Deus é que sejamos parecidos com seu Filho – Gn 1.26.
 

Sede: Elzira Vivacqua, 195 - Jardim Camburi - Cep 29090-350 - Vitória - ES - Brasil
Rádio Profetizando Vida © - www.profetizandovida.com

Desenvolvido e Hospedado por Poly Design - www.polyinformatica.com