VAMOS ENTENDER ALGUMAS VERDADES SOBRE MALDIÇÃO

 

Vamos entender algumas verdades sobre maldição
 
Pr. Ricardo Raymundo
1. COMO SURGEM AS MALDIÇÕES?
Ainda que nós não conheçamos, a maldição sempre tem uma origem definida:
1.1.      MALDIÇÕES HEREDITÁRIAS

Transmitidas dentro de uma família através de:
- Pecados cometidos pelos ascendentes;
- Palavras liberadas pelos pais.

Exemplos: adultérios, divórcios, suicídios, misérias, vícios, enfermidades que sempre se manifestam nas gerações.
A bíblia é clara: “De que se queixa pois o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados”(Lm 3.39). Haveria como os filhos se queixarem dos pecados de seus pais?
Jamais Deus trataria os filhos dos homens segundo a maldade dos pais "A alma que pecar, essa morrerá" (Ez 18.4). Deus não imputa os pecados dos pais aos filhos.
a) Todos os homens sem Cristo estão sob condenação por causa da transgressão de Adão;
b) Todos os homens virão a juízo com relação as suas obras: uns no Tribunal de Cristo, e outros no Grande Trono Branco.
Para quem deseja escapar do mau herdado de Adão precisa nasce de novo, visto que, somente através do novo nascimento é lançado do homem as suas transgressões. Somente através do novo nascimento é criado no homem um novo coração e um novo espírito (Ez 18.31; Sl 51.10).
A única maldição que acompanha os filhos dos pais é a maldição do pecado, que está atrelada a natureza do velho homem. Somente aqueles que tomam a sua cruz e seguem após Jesus até o calvário, morrem, são sepultados e ressurgem uma nova criatura, livres da maldição do pecado.
1.2. MALDIÇÕES LANÇADAS

Transmitidas através de palavras ou trabalhos de feitiçaria.

Exemplos: "Você é burro", "Nunca vai ser nada na vida", "Seu casamento vai ser igual ao meu", "Vai pagar em dobro o que me fez sofrer".
1.3. MALDIÇÕES ATRAVÉS DE PECADOS INVOLUNTÁRIOS

Acontecem quando abrimos legalidade para o inimigo. Na ignorância. Sem sabermos as implicações do que estamos fazendo.

Exemplos: batismo diante de ídolos, comidas sacrificadas, rituais pagãos, consagrações no ventre ou na infância, etc.
1.4. MALDIÇÕES ATRAVÉS DE PECADOS VOLUNTÁRIOS

Sempre que transgredimos a lei de Deus, abrimos brechas para a ação de demônios.

Exemplos: sexo ilícito, pornografia, roubo (inclusive dízimos), desonra aos pais, hipocrisia religiosa (tomar a ceia indignamente), etc.
1.5. MALDIÇÕES ORIGINADAS EM TRAUMAS EMOCIONAIS

Muitas vidas estão marcadas pela maldição através de feridas na alma.

Exemplos: rejeição, abuso sexual, violência, medo, drogas, ausência dos pais, divórcio, namoros ilícitos, aborto, etc.
“A maldição sem causa não virá” (Pv 26.2).
Se um pai amaldiçoar um filho, isso não se concretizará se o filho não for merecedor daquele mal, ou seja, se ele estiver inocente naquela situação.
E mesmo com este fundamento bíblico que mostra a existência de maldições, cremos que todas elas são quebradas no momento da conversão.
A Obra de Jesus Diante da Maldição
 
“É evidente que pela lei ninguém será justificado diante de Deus, porque o justo viverá da fé. Ora, a lei não é da fé, mas: o que fizer estas coisas por ela viverá. Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós, pois está escrito: maldito todo aquele que for pendurado no madeiro. Ele nos resgatou para que a bênção de Abraão chegasse aos gentios por Jesus Cristo, e para que pela fé nós recebêssemos a promessa do Espírito.”   Gálatas 3.11-14
 
  • A obra de Cristo foi completa para os que estão nele – 2 Coríntios 5.17 “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas”;
  • Nada precisa ser acrescentado a não ser a fé nele e no que ele fez na cruz;
 
Fechando a Palavra
 
“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.”  1 João 1.9
 
“Havendo riscado o escrito de dívida que havia contra nós nas suas ordenanças, o qual nos era contrário, removeu-o do meio de nós, cravando-o na cruz e, tendo despojado os principados e potestades, os exibiu publicamente e deles triunfou na mesma cruz.”  Colossenses 2.14
 
  • O caminho para a vitória em relação aos pecados na vida do crente é a confissão;
  • O caminho para a vitória é a posse, pela fé, daquilo que o Senhor Jesus já fez por cada um de nós. Amém.
 
COMO QUEBRAR AS MALDIÇÕES?

NA PRÓPRIA VIDA:

1) ORAR EM NOME DE JESUS CRISTO.
2) ARREPENDIMENTO ( APOCALIPSE 2.16)
3) NEGAR O PECADO ( NÚMEROS 25.4)
4) PEDIR PERDÃO A DEUS PELOS PECADOS DOS ANTEPASSADOS
5) RENUNCIAR O ENVOLVIMENTO COM OS DEMÔNIOS
6) ORAR PARA SER LAVADO NO SANGUE DO CORDEIRO
7) PEDIR A DEUS PARA TE SEPARAR PELO SANGUE DE JESUS DE SEUS ANTEPASSADOS E FAMILIARES.

MINISTRANDO QUEBRA DE MALDIÇÕES EM OUTRAS PESSOAS:

1) ORAR FORTE EM NOME DE JESUS CRISTO , DESAFIANDO OS DEMÔNIOS QUE ESTÃO AGINDO NA PESSOA ;
2) PREGAR A PALAVRA DE DEUS ENSINANDO QUE A PESSOA TEM QUE SE ARREPENDER DOS PECADOS;
3) PEDIR AO ESPÍRITO SANTO QUE CONVENÇA A PESSOA DO PECADO;
4) ORDENAR EM NOME DE JESUS CRISTO QUE A ROUPA DE MALDIÇÃO QUE OS DEMÔNIOS COLOCARAM NA PESSOA SEJA TIRADA;
5) ORDENAR EM NOME DE JESUS QUE A MALDIÇÃO SE MANIFESTE, ( NESTE CASO) O DEMÔNIO AGENTE DA MALDIÇÃO VAI MANIFESTAR;
6) ORAR CITANDO O NOME DA MALDIÇÃO;
7) SE NÃO SOUBER PEDIR AO SENHOR QUE TOQUE EM CADA PESSOA QUE ESTA AMALDIÇOADA E FAÇA QUE A MALDIÇÃO SE MANIFESTE;


O PODER DE JESUS PARA QUEBRAR MALDIÇÕES:

(Gl 3.13) – “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro”;


(Is 1.18) – “Vinde então, e argüi-me, diz o SENHOR: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã”.

(Cl 1.14) – “Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados”;
 
 

CRENTES NÃO FICAM POSSESSOS

Não creio na possessão demoníaca em crentes, pelas seguintes razões bíblicas:

1ª - razão: O crente é santuário do Espírito Santo. “Acaso não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo que está em vós, o qual tende da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo.” (1 Co 6.19, 20.)

O Espírito Santo não é um visitante esporádico na vida do crente. É morador definitivo, e não se ausenta de sua morada.

Paulo garante que não há possibilidade de convivência entre Cristo (Rm 8.9) e o maligno (Ef 2.2.) “Que harmonia entre Cristo e o maligno?” (2 Co 6:15.)

2ª - razão: O Espírito Santo é zeloso pelo seu santuário. “Ou supondes que em vão afirma a Escritura: É com ciúme que por nós anseia o Espírito, que ele fez habitar em n6s?” (Tg 4.5).

O Espírito Santo é a pessoa da tri-unidade santa para a qual Jesus mais reivindicou o nosso cuidado na análise de fatos ou no evitar de palavras precipitadas. “Por isso vos declaro: Todo pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito ‘Santo não será perdoada. Se alguém proferir alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á isso perdoado; mas se alguëm falar contra o Espírito Santo, não lhe será isso perdoado, nem neste mundo nem no porvir.” (Mt 12.31, 32.)

Atribuir as obras de Jesus ao poder de Belzebu, o maioral dos demônios, já era pecado e blasfêmia contra o Espírito Santo, que estava sobre Jesus (Lc 4.18, 19), pois o Espírito Santo não pode ser veículo usado por Satanás. Diante de tal santidade e zelo será possível admitirmos que o Espírito Santo permitisse a entrada de força maligna em seu santuário? Louvado seja o seu nome porque ele não permite.

3ª - razão: O crente é propriedade de Deus. É maravilhosa a declaração, de Paulo em Efésios 1.13, 14: “Em quem também vós, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nele também crido, fostes selados com o Santo Espírito da promessa; o qual é o penhor da nossa herança até ao resgate da sua propriedade, em louvor da sua glória.” No verso 14, os crentes são chamados de “propriedade de Deus”. O sublime de tudo isto é que o Espírito Santo é o “penhor” da nossa ressurreição futura, ou seja, a garantia de que não estamos órfãos (Jo 14.18) e de que seremos transformados na ressurreição (1 Co 15.52.). A presença do Espírito Santo em nós é a garantia de que somos propriedade de Deus.

“Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.” (1 Pe 2.9.)

A propriedade é exclusiva. Essa “propriedade” não será loteada e vendida ao diabo.

4ª - razão: Jesus é o valente que tomou posse da propriedade.

“Quando o valente, bem armado, guarda a sua própria casa, ficam em segurança todos os seus bens. Sobrevindo, porém, um mais valente do que ele vence-o, tira-lhe a armadura em que confiava e lhe divide os despojos”. (Lc 11.21, 22)

O Senhor Jesus veio ao mundo “para destruir as obras do diabo.” (1 Jo 3.8)

Jesus me fascinou pela sua valentia e coragem diante da cruz. Essa valentia é a mesma no que diz respeito a guardar os seus filhos das investidas do diabo na tentativa de possuí-los.

Jesus é o Senhor absoluto de sua casa (1 Pe 2.5) e de seu tabernáculo (2 Co 5.1), que são os nossos corpos.

5ª - razão: O Espírito Santo intercede pelos crentes em suas fraquezas.

“Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira com gemidos inexprimíveis.” (Rm 8.26)

É porque o Espírito Santo perscruta até mesmo as profundezas de Deus que Ele pode interceder por nós de acordo com a vontade perfeita do profundo e humanamente insondável coração de Deus. “Porque, qual dos homens sabe as cousas do homem, senão o seu próprio espírito que nele está? Assim também as cousas de Deus ninguém as conhece, senão o Espírito de Deus.” (1 Co 2.11)

Davi invocava o Espírito Santo para ajudá-lo a viver na perfeita vontade de Deus. “Ensina-me a fazer a tua vontade, pois tu és o meu Deus; guie-me o teu bom Espírito por terreno plano”. (Sl 143.10)

O cristão não é um super-homem, mas é superprotegido graças à intercessão do Espírito Santo nas horas de maior fraqueza e necessidade.

6ª - razão: O imutável amor de Crista garante a segurança.

“Em todas estas cousas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Porque eu estou bem certo de que nem morte, nem vida, nem anjos, nem principados, nem cousas do presente, nem do porvir, nem poderes, nem altura, nem profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Rm 8.37-39.)

O que nos dá segurança é o fato de o amor ser o de Cristo Jesus. Seu amor é sublime e leal, “é forte como a morte” (Ct 8.6) e a sua fidelidade está para além da fidelidade do crente, porque “se somos infiéis, ele permanece fiel, pois de maneira nenhuma pode negar-se a si mesmo”. (2 Tm 2.13)

“Bem-aventurado o homem que confia no amor de Cristo por sua vida. A promessa para ele é: “O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita. De dia não te molestará o sol, nem de noite a lua, O Senhor te guardará de todo o mal; guardará a tua alma. O Senhor guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre.” (Sl 121.5-7)

O crente jamais será esquecido pelo amado Senhor Jesus, pois o seu nome está nas palmas de Sua mão. “Acaso pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti. Eis que nas palmas das minhas mãos te gravei; os teus muros estão continuamente perante mim.”(Is 49.15, 16.)

O crente pode reivindicar todas as promessas da Palavra de Deus, “Porque quantas são as promessas de Deus tantas têm nele o sim; porquanto também por ele é o amém para a glória de Deus, por nosso intermédio” (2 Co 1.20)

Um filho de Deus jamais ficará possesso por espíritos malignos. Esta é a confiança.


Sede: Elzira Vivacqua, 195 - Jardim Camburi - Cep 29090-350 - Vitória - ES - Brasil
Rádio Profetizando Vida © - www.profetizandovida.com

Desenvolvido e Hospedado por Poly Design - www.polyinformatica.com