Perdão no Casamento

                          
Pr. RicardoRaymundo

 


Leitura: Efésios 5.22-25

Maridos, ame cada um a sua mulher, assim como Cristo amou a igreja e entregou-se por ela. (v. 25)


Se existe uma relação na qual o perdão é fundamental e imprescindível para o bom andamento, é no casamento. No Nordeste tem um adágio popular que diz assim: “Só conhecemos alguém quando comemos um quilo de sal com ele”.
No casamento, ao longo dos anos, “comemos vários quilos de sal”, ou seja, estamos muito próximos, não há possibilidade de máscaras, maquiagens... Martinho Lutero afirmou: "Quem me conhece verdadeiramente é a minha esposa".
Na nossa vida a dois, as debilidades e inconstâncias humanas ficam inevitavelmente explícitas. Sem perdão não há casamento. Por isto a expressão “me perdoe” é fundamental.Do contrário a relação fracassará, ou se tornará uma farsa. Paulo propõe um modelo de relacionamento perfeito, onde cada um deve buscar o papel que lhe cabe: Maridos, ame cada um a sua mulher, assim como Cristo amou a igreja e entregou-se por ela.
Quem ignorar isso está em dívida e precisa de perdão. O mesmo vale para esposa, a quem o apóstolo recomenda: Mulheres, sujeite-se cada uma ao seu marido, como ao Senhor.
Onde faltar esta entrega voluntária há dívida e o perdão se faz necessário. Deus quer uma relação de unidade, inteireza, reciprocidade. Fora disso, há dívida. Por isto a humildade de reconhecê-la é fundamental para o respeito mútuo permanecer. Assim o pedir e o conceder perdão renovam o amor e a fidelidade na mutualidade que é o casamento.
 
Que a chave chamada perdão que vem de Deus possa reinar nos casamentos, levando a relacionamentos saudáveis, em nome de Jesus.                                                        


Paz


Sede: Elzira Vivacqua, 195 - Jardim Camburi - Cep 29090-350 - Vitória - ES - Brasil
Rádio Profetizando Vida © - www.profetizandovida.com

Desenvolvido e Hospedado por Poly Design - www.polyinformatica.com