Preciso Amar a Deus no Próximo


                          
Pr. RicardoRaymundo

 

  Leitura: Mateus 6.12

“Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores.”
“Devemos andar sem fechar ou mesmo estreitar as ruas pelas quais passamos.”

 

Esta frase foi dita por um  pastor  no sertão da Paraíba a uma de suas ovelhas que estava com problemas financeiros e de relacionamentos com várias pessoas. Devia em muitos estabelecimentos comerciais e tinha um caráter um tanto agressivo. O pastor advertiu: “Se você continuar dessa forma, só poderá sair de helicóptero da cidade. Devemos semear compreensão, fidelidade e honrar nossos compromissos”.

Na proposta de pedir perdão a Deus que o Mestre nos faz na oração do Pai-Nosso há uma promessa e uma condição. Ele nos sugere um modelo de oração confiante e comprometida. Confiante porque nos anima a pedir a Deus: perdoa as nossas dívidas. Comprometida porque vincula este pedido com a tarefa que a dádiva do perdão divino implica: assim como nós perdoamos os nossos devedores... Na mesma proporção, na mesma intensidade. Quero o perdão, preciso perdoar.
Para fazê- lo preciso amar a Deus e ao próximo, ao meu inimigo, como a mim mesmo.
Aquela pessoa de quem falei no início estava passando por apuros. Era isolada do convívio, porque não conseguia se relacionar com as pessoas, pois tinha dificuldade de perdoar. E, para agravar tudo, não cumpria os seus compromissos financeiros. Ela não amava a Deus no próximo.

Que aprendamos com o Senhor a amar e respeitar o outro como a nós mesmos e a enxergar todas as pessoas como imagem e semelhança de Deus.


Paz


Sede: Elzira Vivacqua, 195 - Jardim Camburi - Cep 29090-350 - Vitória - ES - Brasil
Rádio Profetizando Vida © - www.profetizandovida.com

Desenvolvido e Hospedado por Poly Design - www.polyinformatica.com