O Convite à Provisão de Deus

PR. Ricardo Raymundo

 


Certamente uma interpretação do "pão nosso de cada dia" refere-se ao suprimento de nossas Necessidades Básicas. Não apenas do alimento, mas também das demais coisas que precisamos para viver, por mais simples que seja nossa condição de vida. Inclui-se aí vestuário moradia, educação e saúde. Salomão não nos ensina, no Salmo 127, que não devemos fazer nada. Nem a cruzar os braços e esperar que as coisas caiam do céu. Muito menos Pretende levar-nos a ser fatalistas. A questão na qual ele insiste é que por mais que nos esforcemos, ou por melhor que consigamos fazer, nada Valerá sem a participação de Deus. O salmista nos mostra que devemos corrigir o foco. Nosso Esforço por si só resulta em fracasso. Jesus nos convida uma depositarmos nele toda a nossa ansiedade porque ele tem cuidado de nós. E é exatamente isso que Salomão destaca neste salmo. Precisamos lidar com as nossas ansiedades à luz dos cuidados constantes de Deus. Deus não é contra o Esforço humano.
Trabalhar duro também Glorifica a Deus. Mas trabalhar em detrimento do descanso ou negligenciando a família pode ser um reflexo da nossa incapacidade de confiar que Deus supre nossas Necessidades.
Todos nós precisamos de tempo para descanso Refrigerio e espiritual. Por outro lado, este versículo não é uma desculpa para sermos preguiçosos.
Aliás, o mandamento que nos exorta uma santificar o dia de descanso (Ex 20.8ss) aponta na mesma direção! Portanto, seja cuidadoso para Manter o equilíbrio. Trabalhe enquanto confia em Deus e também descanse enquanto confia nele.


Oração: Obrigado, Senhor, porque és o Deus da Provisão.

Paz


Sede: Elzira Vivacqua, 195 - Jardim Camburi - Cep 29090-350 - Vitória - ES - Brasil
Rádio Profetizando Vida © - www.profetizandovida.com

Desenvolvido e Hospedado por Poly Design - www.polyinformatica.com