A Unção do Sacerdote



Pr. Ricardo Raymundo


Leitura Bíblica: Êxodo 29.1-9; 40.12-15

“ Unja-os... para que me sirvam como sacerdotes.” (Êx 40.15)


Aqui Deus, através de Moisés, está designando e separando uma família para trabalhar no tabernáculo. Arão e seus descendentes iriam oferecer sacrifícios em nome do povo, pedindo o perdão ou agradecendo a Deus. Buscariam o conselho divino, tanto nas questões pessoais como nas de todo o povo. E seriam também responsáveis por manter constantemente abastecidas a mesa dos pães e as lâmpadas do candelabro, símbolos da presença e do sustento de Deus. Ainda hoje Deus designa trabalhadores para a sua igreja. Estes não são chamados por serem melhores do que os demais! Lembra que foi Arão quem fundiu o bezerro de ouro? (Êx 32.21ss.) E nem são eles que escolhem a si mesmos. Deus é que os vocacionou para o servirem, pregando, intercedendo, exortando, consolando, discernindo qual é a Sua vontade.
A vocação de Deus não muda! O que valeu para Arão continua a valer hoje. Nas igrejas, nem sempre está tão claro que uma pessoa está a serviço de Deus. Muitas vezes pastores são pressionados a fazer aquilo que os membros de sua igreja querem. E é verdade que os próprios pastores também são tentados a empreender o que eles mesmos querem.
Moisés preparou uma refeição especial para Arão e seus filhos, fez com que se lavassem, antes de colocar neles as vestes sacerdotais, e ungiu-os com óleo.
Assim também os obreiros de hoje precisam ser preparados para o seu ministério: com arrependimento e confissão de culpa; com a capacitação dada pelo Espírito Santo; com o alimento espiritual da Palavra.

Oração: Senhor chama mais servos teus e capacita-os para o serviço que lhes designaste. Unge-os com o teu Espírito Santo para que verdadeiramente sirvam a ti. Amém.


Paz
 


Sede: Elzira Vivacqua, 195 - Jardim Camburi - Cep 29090-350 - Vitória - ES - Brasil
Rádio Profetizando Vida © - www.profetizandovida.com

Desenvolvido e Hospedado por Poly Design - www.polyinformatica.com