O Senhor nos Escolheu


 

Pr. Ricardo Raymundo


Leitura: João 15.16-17


“ Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça, a fim de que o Pai lhes conceda o que pedirem em meu nome.” (v. 16)

Deus nos escolheu. O ser humano não tem poder ou discernimento para escolher. Como crianças abandonadas, não tínhamos a mínima condição de escolher um pai. Se não fosse o amor de Deus, o inimigo teria nos conquistado por qualquer oferta que prometesse atender nossas carências. Deus assumiu:“ Este é meu”. Fomos adotados, resgatados por Deus. Fomos feitos filhos e herdeiros. Não foi por pena e sim por amor. Fomos escolhidos para dar frutos, frutos permanentes. No verso 17 ele insiste: amem-se uns aos outros. Devemos repartir o que recebemos do Pai: amor. Amar é condição para dar fruto, que é condição para sermos amigos de Jesus, que é condição para recebermos o que pedimos. O Reino de Deus não é comercial. Nele não há trocas, e sim justiça, paz e alegria no Espírito Santo. Tudo é graça. Não adianta tentar conseguir coisas com votos, promessas, etc. Assim como nos alegramos em dar coisas a quem amamos, Deus se alegra em nos dar o que é bom para nós. Ele não quer pagamentos. O amor é a medida exata para pagar qualquer diferença entre o que damos e o que recebemos.

Deixemos sua graça entrar nas nossas medidas.
Joguemos fora a balança dos favores.
Tudo o que temos não dá para pagar o que Deus fez por nós. Não cobremos dos outros com a medida humana da troca. Sejamos gratos, generosos, desarmados, aconchegantes, alegres, fartos.

Oração: Senhor, ensina-me a não esperar recompensas, a não usar a medida humana da troca nos meus relacionamentos. Que eu possa dar generosamente do que recebi de ti.

Paz


Sede: Elzira Vivacqua, 195 - Jardim Camburi - Cep 29090-350 - Vitória - ES - Brasil
Rádio Profetizando Vida © - www.profetizandovida.com

Desenvolvido e Hospedado por Poly Design - www.polyinformatica.com