Quem Nasceu no Natal?

Natal é uma data universal. Em todos os continentes da terra existem pessoas que, cada ano, festejam com entusiasmo e devoção a festa natalina. Alguém, muito importante, nasceu no Natal.

A importância do Natal foi reconhecida no Céu, pois, os próprios anjos vieram anunciar aos pastores de Belém, que guardavam na vigília da noite os seus rebanhos, o nascimento de uma criança de superlativo valor na eternidade.

A própria natureza reconheceu a importância de quem estava nascendo no primeiro natal, ao destacar, de todas as constelações do universo, a mais brilhante e fulgurante de suas estrelas para iluminar o caminho dos magos até chegarem ao lugar onde estava a “sagrada” família. Quem nasceu no natal para ser tão importante entre as pessoas, anjos e a natureza? Jesus Cristo nasceu no natal! O natal é o natal de Jesus! Quem nasceu no Natal? Nasceu o Messias prometido na Bíblia Sagrada; nasceu o Salvador da humanidade; nasceu o Filho Unigênito do Deus Eterno, conforme encontramos no texto bíblico, que é o coração do Evangelho: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu Seu Filho Unigênito para que todo aquele que Nele Crê, não pereça, mas tenha a vida eterna”. (João 3.16)

Festejemos o natal com alegria, gratidão e esperança, fazendo do nosso coração uma manjedoura para abrigar o Deus que se fez homem e reina em nossa história pessoal. Mas sem contaminação, pois em Jeremias 42.2-6, Isaías 44.14-17 e Deuteronômio 16.21, vemos que os povos, desde a antiguidade, possuíam o mau-hábito de utilizar a madeira, bem como as árvores, com fins de idolatria. Muitas dessas árvores ou pedaços de madeira serviam para adoração e culto doméstico. O pinheiro – símbolo natalino – possui a mesma conotação. O Natal tem sido convertido em uma festa comercial, sustentada em parte pelas companhias e campanhas publicitárias. Em muitos lugares vemos a um “Papai Noel” em disfarce. Os anúncios publicitários nos mantêm enganados sobre o “espírito do Natal”. Os Jornais onde são publicados estes anúncios trazem editoriais que exaltam e elogiam a festividade pagã e seu “espírito”. As pessoas crédulas estão tão convencidas que muitas se ofendem ao conhecerem a verdade. Porém o “espírito natalino” é revivido cada ano, não para honrar ao Senhor Jesus Cristo, mas para vender mercadorias! Como todos os enganos de Satanás, o Natal também se apresenta como “anjo de luz”, algo aparentemente bom. Denominamo-nos como nação cristã, porém sem saber estamos muitas vezes na Babilônia, tal como predisse a Bíblia. Apocalipse 18.4 nos adverte: “Sai dela, povo meu, para que não sejais participantes de seus pecados, nem recebais parte de suas pragas”. Amém!

Sendo assim, lembremos-nos da escritura sagrada, «E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo, pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador; que é Cristo, o Senhor». LUCAS 2.10,11

O Verbo se fez carne!

 

Paz


Sede: Elzira Vivacqua, 195 - Jardim Camburi - Cep 29090-350 - Vitória - ES - Brasil
Rádio Profetizando Vida © - www.profetizandovida.com

Desenvolvido e Hospedado por Poly Design - www.polyinformatica.com