Conhecemos Deus Pelo Nome?

Pr. Ricardo Raymundo

 

Leitura: João 17.24-26

“ Eu os fiz conhecer o teu nome, e continuarei a fazê-lo, a fim de que o amor que tens por mim esteja neles, e eu neles esteja.” (v. 26)

Quem conhece o nome de alguém de nós, conhece pouco. Antigamente a gente fazia questão de ser conhecido pelo nome de família, que identificava a pessoa, mais do que o nome pessoal. Era o “Sr. Silva”. Hoje, até pastores se apresentam com o primeiro nome: “Ricardo”, “Roberto”, “Paulo”. Poderia parecer que eles pensam que o mundo começa com eles, mas em verdade o primeiro nome tira aquela distância formal dos tempos passados. Mas, ele nos identifica?“Eu os fiz conhecer o teu nome”, diz Jesus. Que nome? Seria o nome “Yawe”, o “Eu Sou o que Sou” do Antigo Testamento? Não há nenhum indício disso nos Evangelhos. Penso que o nome de Deus que Jesus nos fez conhecer está contido na designação “Pai”, ou “Aba” = Pai querido meu. Se lermos com atenção o versículo do cabeçalho, veremos que Jesus não revelou o nome de Deus como se fosse um mantra a ser aprendido, decorado e recitado pelos cristãos. Diz que vai continuar a revelar o nome de Deus, de modo que o amor que existe entre Pai e Filho esteja também nos corações dos futuros discípulos. Fazer conhecer o nome de Deus, então, significa fazer conhecer o que está no coração de Deus. E o coração de Deus é um mar de fogo, é um mar de amor. Conhecer o nome de Deus é imergir neste mar de amor, chamar Deus de “meu Pai”, “Aba”, vencer a distância de nossa natureza humana em Jesus Cristo, nosso Salvador... e nosso irmão!

Quem conhece Deus por este nome conheceu o último segredo do Pai.

Oração: Pai querido! Em nome de Jesus, agradecemos-te por abrires teu coração paterno a nós, em teu bendito Filho!

Paz


Sede: Elzira Vivacqua, 195 - Jardim Camburi - Cep 29090-350 - Vitória - ES - Brasil
Rádio Profetizando Vida © - www.profetizandovida.com

Desenvolvido e Hospedado por Poly Design - www.polyinformatica.com