A Palavra que Destrói

                          
Pr.Ricardo Raymundo

 


Leitura: Tiago 3. 1-5

«Semelhantemente, a língua é um pequeno órgão do corpo, mas se vangloria de grandes coisas. Vejam como um grande bosque é incendiado por uma simples fagulha». v.5


Há uma velha canção que circulou pelas milhares de igrejas, em estudos bíblicos e escolas dominicais ao longo dos anos. Em sua letra havia contida a seguinte mensagem: “Convém que Jesus cresça e que diminua eu...” Nela o autor procurou interpretar para nós um testemunho pronunciado por João Batista (Jo 3.30). Ele afirma não ser o Cristo, mas sim, alguém que tem somente a função de ser o precursor do Filho de Deus.Assim ele foi na frente, preparando o caminho para a chegada do Salvador. Certamente João foi tentado a assumir o lugar de Cristo. Mas ele não o fez, porque sabia qual era a função que lhe fora atribuída no plano de Deus. Nossa leitura de hoje trata do mesmo tema, só que aqui o enfoque é outro. Tiago menciona que a língua é um pequeno órgão do corpo, mas pode gabar-se de seus feitos.
Gabar-se é um termo denso de significados. Tanto pode representar um elogio próprio como também vanglória. Isso é muito comum quando pessoas atribuem a si mesmas grandes feitos ou buscam promover suas próprias ações. Para o apóstolo, esta forma de proceder pode ser comparada como a ação de uma simples fagulha que é capaz de, em pouco tempo, tornar um grande campo em brasas, tal o seu efeito devastador. Esta advertência convida-nos a visar com nossas palavras e ações a promoção de Cristo e seu evangelho. Para tanto, como diz o profeta, “é necessário que Jesus cresça e que eu diminua”.

“Palavra não foi feita para a vaidade, destino da palavra é a eternidade. Palavra não foi feita pra cair no chão, destino da palavra é o coração.” ALELUIA!

Paz                                            


 


Sede: Elzira Vivacqua, 195 - Jardim Camburi - Cep 29090-350 - Vitória - ES - Brasil
Rádio Profetizando Vida © - www.profetizandovida.com

Desenvolvido e Hospedado por Poly Design - www.polyinformatica.com